A verdade é fria


Dói ter de olha em teu rosto, bem ao fundo dos seus olhos, sentir todo aquele amor aumentando, mas saber que não posso compartilhá-lo. Dói ter alegria a minha volta e não ser feliz por que ao mesmo tempo, estou triste por um erro que cometi em não tendo feito o que deveria. E assim deixar você ir. Dói saber que em momento algum passo por tua mente - pelo menos não como eu gostaria -. Saber que você possa estar lendo esses versos, mas ter consciência que são dirigidos a você. Dói entender e sofrer com todos esses fatos, sonhar e enganar-me com desejos impossíveis. Queria eu ter no mínimo o final desastroso de Romeu e Julieta ao seu lado. Afinal, ao menos seria contigo. Todas essas palavras verdadeiras e frias doem! E doem muito. Mas o que mais me dói mesmo é saber que nesse poema não há um final feliz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário